Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 4 de maio de 2014



Sketching em Torres Vedras - 3 mai. 2014


Uma pausa para o café da manhã em boa companhia.





O primeiro sketch, logo à chegada, ainda antes de encontrar os companheiros do dia. Igreja do cemitério, no largo em frente à CMTV. Não consegui saber o nome da igreja...





Transmite-se a estratégia a adoptar para a parte da manhã à junto ao portal manuelino da igreja de S. Pedro.





Depois de deambular pelo local e com distracções constantes, derivado à feira instalada na praça, o resultado foi este, fruto de muito trabalho e canseira. Os nomes escritos em fitinhas, para não os esquecer, são os das pessoas que encontrei e com quem mantive breves diálogos de troca de informações e ideias, o que acaba por ser o melhor da festa...





De pequenino... se começa a ganhar o gosto pelos desenhos que se começa a entranhar.





Objectos inesperados surgem nas bancas da feira, que nos captam a atenção...





... e a nossa atenção prende-se nos pormenores, na tentativa de os fixar no papel...





Este foi o desenho da tarde, iniciado no cruzamento das ruas antigas do centro histórico.





A tarde estava quente, mas ninguém arredou pé até terminar a tarefa de registar as ruas de Torres Vedras.





No regresso a casa ainda houve tempo para registar o insólito de um velho moinho na companhia de uma uma moderna torre eólica, produtora de energia limpa. O passado e o presente convivem em paz transmitindo-nos uma sensação de tranquilidade. 





A imagem do gerador eólico a fazer companhia ao velho moinho, habita agora um dos meus marcadores, assim como outras velhas e novas paisagens que me vão passando á frente dos olhos.


1 comentário:

  1. Óptima reportagem César! Fiquei com pena de não ter podido ir rabiscar :(

    ResponderEliminar