Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 20 de julho de 2014

"Oficina de Alquimia das Cores"
Workshop de fabricação de tintas para pintar da autoria do Luís Ançã.

Dedico esta reportagem ao nosso amigo e colega de diários gráficos, Luis Ançã, que com tanto entusiásmo e grande generosidade nos ofereceu no sábado, 7jun2014, na Casa João do Rio, cujas portas nos foram abertas com muita alegria, pela nossa colega e amiga Maria Celeste Canongia Lopes que tão amávelmente nos recebeu.






Início da "oficina de alquimia" com o mago Luís Ançã com em Lisboa - Casa João do Rio.




... aqui entusiasmado com as mãos na massa, que por artes mágicas se transformou em pasta de moldar saída de uma palangana. — em Lisboa - Casa João do Rio.




Os aprendizes absorvem avidamente os conhecimentos do mestre em atitude de alta concentração. — com Filipe AlmeidaRosario Félix,Manuela Rosa Rolão e Maria Celeste Canongia Lopes.











Claro que há sempre quem se esteja perfeitamente nas tintas e prefira registar os mexericos da vida alheia, esses paparatzzi de caderno e lápis... — com Nelson PacienciaAna Cristina Jácome e Filipe Almeida emLisboa - Casa João do Rio.








...que teimam em mostrar ao mundo a vida dos famosos. — com Nelson Paciencia.














Dos velhos alfarrábios saltam as mágicas receitas de tintas luminosas e aromáticas que darão brilho e valor ás mais raras obras de arte.







A aula decorre na maior concentração e avidez dos alunos em captar os saberes ancestrais do mestre.







Conduzidos por mãos hábeis os elementos começam a ser adicionados em cadinhos...






... e almofarizes, juntam-se terras de xisto e especiarias...








... misturadas com aglutinantes e gemas de ovos e ainda alguns corantes...







... e entre aromas de caril e tandooris exóticos, pimentão doce, canela e açafrão das índias começam a surgir, como que por artes mágicas os primeiros resultados...









... a alegria e entusiásmo são contagiantes...















... a avaliar pelas primeiras experiências














no laboratórium a bagunça está instalada...















... enquanto ao redor reina a paz e a tranquilidade...















... assegurada pelo "Guardião do Reino da Natureza".















Depois de altos estudos e arrojadas experiências os resultados saltam à vista, claro, com excepção do paratzzi que não quis saber de nada, com comprova o resultado que se vê ao centro...








... e após inesperada explosão...













... as cores saíram do laboratórium para a rua... 













... e espalharam-se pelos cadernos do Luís Ançã...











Paula Cabral















Maria Celeste















César Caldeira















Paula Cabral




















Na hora do almoço, Luís Ançã.















... o almoço, com aglutinante...















... as tentadoras delícias da montra do restaurante...














Os malvariscos do "Jardim da Celeste" cheiram a caril... César Caldeira.



















Limões e canas índicas, César Caldeira.













E todos estes prodígios se devem aos poderes do "Guardião do Reino da Natureza", sem ele nada disto teria sido possível.










Aqui fica um pequeno resumo das receitas do "Alquimista" que o Luís tão generosamente nos ofereceu e que dificílmente iremos esquecer.