Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 6 de junho de 2017




Lisboa da Outra Margem  

9mai2017 no Porto Brandão


No Porto Brandão foi-nos sugerido organizar a folha através da sua divisão em vários espaços através da utilização de fita adesiva que foi retirada após a conclusão dos desenhos executados. 


Aqui uma vista de terra, quando de costas para o mar. Nos campos superior e inferior está o resultado das várias "experimentações" das cantas e dos pincéis, embora no final lhes tenha dado uma forma organizada.


Aspecto geral do porto Brandão visto do mar.


A casa do tanoeiro do Porto Brandão e alguns pormenores envolventes, como que pretendendo contar uma história, dando algum sentido ás manchas resultantes de experimentar os pincéis.


A dupla página ficou com este aspecto depois de finalizada.


O tempo que nos restou após o almoço, foi ocupado a desenhar a vista para o lado do mar, embora lutando contra a ventania que se fez sentir, optei por desenhar uma panorâmica parcial de Lisboa, correspondente á zona de Belém / Algés, tendo encima o muro em que muitos companheiros se apoiaram para desenhar Lisboa e lateralmente desenhei pormenores do Mosteiro dos Jerónimos, á esquerda, e do Padrão dos Descobrimentos, à direita e em baixo a descrição do desenho executado.
No final a habitual partilha dos desenhos e respectivos comentários do formador e dos colegas.












Lisboa da Outra Margem  

12mar2017 na Trafaria




Na Trafaria demos continuação ao workshop do Richard, com um desenho livre da praia da Trafaria com os silos em fundo, tentando representar a cena sem grandes preocupações de pormenor.


Durante a tarde, que esteve bastante ventosa, dedicamos-nos a desenhar as arrecadações dos pescadores, tentando captar alguns pormenores mais pitorescos.


                                                   
Este é um desenho ainda feito na sessão anterior, na Cova do Vapor, que acabei por colorir em casa.









domingo, 4 de junho de 2017




Junho na Casa da Cerca

Com é habitual, no primeiro sábado de cada mês, realizou-se mais uma sessão de desenho vegetalista na Casa da Cerca, em Almada, orientada pela Sara Simões. 






























Com é habitual, no primeiro sábado de cada mês, realizou-se mais uma sessão de desenho vegetalista na Casa da Cerca, em Almada, orientada pela Sara Simões e sugestão foi desenhar as bagas de sabugueiro.


































Hoje foi o que se poderia chamar, uma sessão intimista, já que apenas compareceram quatro participantes, o que não quer dizer que não tenha sido uma tarde bastante animada. 






























Bagas do sabugueiro, "Sambucos nigra", aqui no caderno da Manuela Rosa Rolão.


































A terminar a minha página com bagas de sabugueiro, papoilas, funcho, flores de linho e flor de alho.

































Pormenores




































Duas estreias, o novo caderno feito pela Marilisa e as novas aguarelas, prenda de aniversário da Luísa.
































Pormenores






















O resultado final, mais uma página de diário gráfico na Casa da Cerca.