Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Casas de pescadores

Casas de madeira, hoje de praia, começaram por ser abrigos de pescadores a que se dava o nome de palheiros,que se vão desenvolvendo ao longo da Praia da Saúde, cerca dois quilómetros para sul. Algumas destas casas foram aqui "transplantadas", trazidas desde a Cova do Vapor por juntas de bois, por volta dos anos 40/50, e são descendentes das gentes  de Vagos e Aveiro, de onde trouxeram a tradição da pesca a que se dá o nome de "Arte Xávega".  Mais alguma informação aqui: http://gandaia.info/?p=1431

Em 2014 comecei a desenhar as casas dos pecadores aqui na Costa da Caparica mas não terminei os desenhos, talvez por ainda não saber muito bém o que fazer com eles, se pintava ou deixava só o traço e sei lá que mais, mas hoje voltei ao mesmo tema e vejo que estou a desenhar de uma forma bem diferente do que desenhava há três anos a trás. Aqui deixo então os ditos para que se vejam as diferenças.

16Mar2014



























Aqui até noto a falta de preocupação em representar as sombras, o que lhes retira a idéia de profundidade, embora esta seja dada pela perspectiva.



13Mar2017
Em Março de 2017 voltei aos mesmos lugares e comecei a desenhar novamente as casas da praia, talvez com maior consciência que antes, mas de forma diferente. Vamos ver no que dará.

13Mar2017




Em 6 de Abril, voltei a desenhar as casas dos pescadores, agora com mais consciência, no caderno de panorâmicas que trouxe do workshop do Claudio Patané, "cosi lontano", feito em Lisboa nas Portas do Sol, em Janeiro de 2012.

6Abr2017




Por agora está bem assim, veremos o que mais virá.